II Encontro de Divulgadores da Ciência – 30 anos de divulgação científica no Brasil”

 Museu Espaço Ciência Viva promove o “II Encontro de Divulgadores da Ciência – 30 anos de divulgação científica no Brasil”

Profissionais, estudantes e público interessado podem se inscrever através do site do ECV

 O Museu Espaço Ciência Viva convida a todos para o “II Encontro Internacional de Divulgadores da Ciência – 30 anos de divulgação científica no Brasil”, que será realizado nos dias 26, 27 e 28 de setembro de 2013, no Rio de Janeiro. O evento está sendo organizado em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e conta com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro (Faperj).

O objetivo é criar um espaço de debate para discutir as ações e trajetória da divulgação científica no país e no mundo, com a participação de profissionais, estudantes, pesquisadores e demais interessados na área.

O Encontro, que também faz parte da comemoração dos 30 anos do Espaço Ciência Viva, terá três eixos temáticos:Museus e Centros de Ciências, Comunicação e Ciência e Ciência e Arte. Dentro disso, o público poderá assistir a conferências e apresentação de pôsteres nos dias 26 e 27/09, além de participar da edição especial do Sábado da Ciência no último dia, que vai reunir módulos interativos do próprio museu e de instituições convidadas.

Aqueles que desejarem submeter seus trabalhos, de acordo com os eixos temáticos acima, devem enviar um resumo até o dia 28/08 seguindo as explicações no site http://www.cienciaviva.org.br/ecv30anosinscricoes.

Entre os profissionais que já confirmaram presença, encontram-se o físico com ampla atuação na área de divulgação científica Ildeu de Castro Moreira, José Mariano Gago (Ciência Viva de Portugal), José Modesto (Exploratorium), Catarina Chagas (editora assistente do Ciência Hoje das Crianças Online), o físico Ennio Candotti, José Renato Monteiro (curador nacional da Mostra Ver Ciência), Federico Abrile (Programa Vinculación Tecnológica Universidad de la Punta, da Argentina), entre outros.

Fique de olho no site do Encontro (http://www.cienciaviva.org.br/ecv30anos) e na página do Facebook (https://www.facebook.com/ECV30anos?fref=ts) para buscar mais informações e acompanhar a programação completa.

 Histórico

O “I Encontro de Divulgadores da Ciência”, realizado no Espaço Ciência Viva, aconteceu no dia 23/09 de 2007. A visita do Professor Catalão Jorge Wagensberg, do museu CosmoCaixa-Barcelona, rendeu um importante intercâmbio de experiências. Vários estudantes, professores e cientistas de diferentes ramos do conhecimento mostraram, na prática, como a ciência permeia a sociedade. Segundo Wagensberg, um museu de ciências é um lugar próprio para conversas: seja ela entre um leigo e um cientista, ou entre um cientista e uma criança.

Neste sentido, o Espaço Ciência Viva pretende mediar uma vez mais o debate sobre a divulgação da ciência, oferecendo um evento cultural para apresentar o que os centros do Rio de Janeiro têm desenvolvido para a popularização da área.

O ECV

O Espaço Ciência Viva é o primeiro museu participativo de ciências do Brasil. Foi fundado por um grupo de cientistas, pesquisadores e educadores interessados em aproximar essas áreas do público em geral. Criado em 1982, o museu funciona em um galpão de 1600 m2, cedido pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, localizado na Praça Saens Peña, na Tijuca.

O ECV integra a Rede de Tecnologia do Rio de Janeiro, a Rede de Popularização da Ciência da América Latina e Caribe (RedPop) e a Associação Brasileira de Centros e Museus de Ciências (ABCMC).

Para mais informações:

Assessoria de Imprensa do Espaço Ciência Viva

Av. Heitor Beltrão, 321 (esquina com a Rua Pareto)

Praça Saens Peña – Tijuca

Contato: (021) 2204-0599

E-mail: museu@cienciaviva.org.br

Ou pelo site do evento: http://www.cienciaviva.org.br/ecv30anos

Anúncios

Sobre estudosdects

Oficializado junto ao CNPq em 2010, este grupo existe informalmente desde 2004, ano em que o prof. dr. Antonio Augusto Passos Videira começou a ministrar disciplinas no Programa de Pós-Graduação em Filosofia especificamente voltadas para os problemas, temas e autores dos chamados Science Studies. O objetivo, ao ministrar tais disciplinas, era apresentar aos alunos do PPGFil uma nova perspectiva para a análise da ciência que abarcasse outros eixos teóricos que não apenas aqueles tradicionalmente empregados pela Filosofia. Esses outros eixos temáticos incluem a História e a Sociologia das Ciências. No entanto, e diferentemente do que se pode esperar da perspectiva dos Science Studies, o grupo em torno do prof. Antonio Augusto Videira considera relevante analisar a ciência a partir das suas implicações e/ou pressupostos ontológicos e metafísicos. Desse modo, ocorre também uma ampliação no recurso que se faz da Filosofia, uma vez que esta última não se resume à Filosofia da Ciência. Em outras palavras, a ciência é mais do que apenas um tipo específico de conhecimento sobre a natureza.
Esse post foi publicado em Divulgação de eventos e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s